CORPO DE BOMBEIROS MILITAR

DO DISTRITO FEDERAL

Vidas alheias e riquezas salvar

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR

DO DISTRITO FEDERAL

Vidas alheias e riquezas salvar

Os acidentes domésticos são importante causa de internação hospitalar e mortalidade entre crianças, adultos e pessoas idosas, mobilizando não só o setor saúde, mas também os profissionais de segurança pública, em especial os bombeiros, que são os primeiros respondentes a diversas dessas ocorrências. O projeto "Diagnóstico e análise propositiva dos acidentes domésticos no Distrito Federal: estratégias para a atuação do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal", coordenado pelo professor Jorge Barreto, da FIOCRUZ Brasília, foi realizado entre fevereiro de 2018 e fevereiro de 2019, contemplado no edital nº07/2017 da FAPDF.

Esta pesquisa buscou:

1) identificar e contextualizar as ocorrências de acidentes domésticos atendidas pelo CBMDF, por tipo de ocorrência, região administrativa e faixa etária da vítima;
2) identificar e sistematizar as causas mais frequentes para estes acidentes; e,
3) levantar intervenções comprovadamente efetivas para prevenir acidentes domésticos, bem como avaliar a viabilidade de implementação das mesmas.

Como produto final, foi elaborada a síntese de evidências intitulada "Prevenção de Acidentes Domésticos no DF", que apresentou quatro opções de intervenções efetivas para abordar o problema.

Após a conclusão dos trabalhos, com a mediação da Diretoria de Pesquisa, Ciência e Tecnologia, foi realizada no dia 05 de abril de 2019, a reunião de consolidação dos resultados do projeto, no Salão Nobre do Palácio Imperador D. Pedro II do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal. Participaram da reunião o Subcomandante Geral, Comandante em exercício na ocasião, o Chefe do Estado Maior em exercício, o Chefe do Estado Maior Operacional, o Comandante Especializado, o Departamento de Ensino, Pesquisa, Ciência e Tecnologia – DEPCT representado pelo Diretor de Ensino, o Diretor de Pesquisa, a Subdiretora de Pesquisa, Chefe da Seção de Ensino do EMG, a Representante da Seção de Estatística do Estado Maior Geral – EMG, o Comandante do Grupamento de Proteção Civil – GPCIV, o Representante do Grupamento de Atendimento e Emergência Pré-Hospitalar – GAEPH e o Centro de Comunicação Social – CECOM.

Na ocasião, tanto a pesquisa quanto a parceria do CBMDF com os pesquisadores foi avaliada como exitosa e se alinhou encaminhamentos para aplicação das intervenções nas ações desenvolvidas pela corporação.