CORPO DE BOMBEIROS MILITAR

DO DISTRITO FEDERAL

Vidas alheias e riquezas salvar

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR

DO DISTRITO FEDERAL

Vidas alheias e riquezas salvar

O Comandante, Coronel Emilson, e o Subcomandante Geral, Coronel Ferreira, do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) estiveram na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), na manhã de hoje (26), para receber uma homenagem referente aos 163º aniversário do Corpo de Bombeiros.

A homenagem foi proposta pelo deputado distrital Roosevelt Vilela que destacou a história e os serviços prestados pela Corporação à comunidade do DF. Vários bombeiros receberam a moção honrosa da Câmara pelos bons serviços prestados. Também participaram da sessão solene 50 alunos do Programa Bombeiro Mirim da Ceilândia, que atende crianças de 7 a 14 anos da comunidade. A Banda de Música do CBMDF abrilhantou a solenidade em homenagem aos bombeiros.

Histórico

A corporação foi fundada no Brasil em 2 de julho de 1856 pelo imperador Dom Pedro II, no Rio de Janeiro, com o nome de Corpo de Bombeiros Provisório da Corte. A criação centralizou as funções de bombeiros existentes em outras forças.

Em 1889, após a Proclamação da República, a instituição passou a ser chamada de Corpo de Bombeiros do Distrito Federal. Mais tarde, com a Constituição de 1988, tornou-se Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal.

Em 2 de julho de 1964, vieram do Rio para Brasília dois oficiais que coordenaram a chegada corporação ao Planalto Central. Os anos de 1964 a 1967 foram de intensas dificuldades. A maioria dos optantes do Corpo de Bombeiros ainda permanecia no Rio de Janeiro, enquanto, no território candango, os pioneiros garantiam à Corporação o direito de continuar existindo organizadamente.