CORPO DE BOMBEIROS MILITAR

DO DISTRITO FEDERAL

Vidas alheias e riquezas salvar

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR

DO DISTRITO FEDERAL

Vidas alheias e riquezas salvar

PROGRAMAS SOCIAIS DO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DF

 

Os Programas Sociais do CBMDF estão subordinados ao Gabinete do Comandante Geral e são administrados pela Assessoria dos Programas Sociais (APROS) que foi criada pela Portaria n° 52, de 13 de julho de 2011.

A Assessoria dos Programas Sociais do CBMDF - APROS, órgão de assessoramento do Comandante-Geral, alinhado com o valor de Responsabilidade Social, tem por finalidade o gerenciamento dos programas que desenvolvem ações sócio-comunitárias no âmbito do CBMDF e parcerias com entidades voltadas para essas ações (BOLETIM GERAL 132, 2011).

Conheça os Programas Sociais:

1.Programa Aleitamento Materno

2.Programa Bombeiro Mirim

3.Programa Bombeiro Amigo

4.Programa Cão Guia

5.Programa Caminhando com a Saúde

Telefone da Assessoria dos Programas Sociais (APROS) - 3901-7926

Programa Aleitamento Materno

Criado pela Lei 454, de 15 de junho de 1993, os militares do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, através de uma parceria com a Secretaria de Saúde, realizam a coleta e transporte de leite humano.

A parceria da Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal - SES-DF com o CBMDF para a coleta de leite humano teve início no Hospital Regional da Asa Sul em meados de 1991. Em 2011 foi instituída a Portaria Conjunta nº 4 que estabeleceu essa atividade como parte dos serviços de emergência médica do CBMDF (MINISTÉRIO DA SAÚDE, 2013).

Tal parceria conferiu à Corporação, em 1998, o título de “Corpo de Bombeiros Amigo da Criança”, premiação concedida pela UNICEF, tornando-se a única instituição não hospitalar a receber esta comenda.

Em termos de volume de leite humano processado, a Rede BLH-BR passou a conviver com uma nova realidade após a parceria que estabeleceu com o CBMDF. O trabalho pioneiro nasceu em Brasília, no início da década de 1990, e fez com que a cidade atingisse uma condição de autossuficiência, coletando, anualmente, cerca de 20 mil litros de leite humano, marca que representa 15% de todo o volume coletado no Brasil. Os resultados de Brasília inspiraram estados e cidades brasileiras a desenvolver ações semelhantes (ANVISA 2008).

Assim, considera-se que o Programa de Aleitamento Materno da SES/DF em parceria com o CBMDF contribui de forma essencial, com o compromisso mundial de redução da mortalidade infantil e tomando como parâmetro a missão de salvar vidas do CBMDF.

Atualmente, existem no Distrito Federal, 15 bancos de leite humano, sendo 12 públicos (Forças Armadas, Asa Norte, Asa Sul, Brazlândia, Ceilândia, Gama, Planaltina, Paranoá, Sobradinho, Santa Maria, Taguatinga, no Hospital Universitário de Brasília) e 3 privados. Existem 3 postos de coleta, sendo 2 públicos (São Sebastião e Samambaia) e 1 privado (SES-DF, 2013).

Os bancos e postos de coleta de leite funcionam para garantir alimentação adequada às crianças que nascem com baixo peso, prematuras ou com algum problema de saúde e que precisam permanecer internadas após o nascimento em decorrência de tais situações (SES-DF, 2013).

Aos militares do CBMDF compete realizar visitas domiciliares com o objetivo de coletar e transportar o leite humano em todo DF e entorno, além de dar orientações a respeito de amamentação. Aos funcionários da Secretaria de Saúde compete o armazenamento, processamento e distribuição do leite humano para as crianças internadas nos hospitais do DF (DIÁRIO OFICIAL, 2011).

Portal: http://www.amamentabrasilia.saude.df.gov.br/
Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=cLenPjZdFdQ

 

 

 

Programa Bombeiro Mirim

Criado pela Lei nº 2.449, de 24 de setembro de 1999 e regulamentado pelo Decreto nº 21.104 de 31 de março de 2000, o Programa Bombeiro Mirim tem os seguintes objetivos:

I - fornecer aos Brigadinos a oportunidade de completar sua educação, através do desempenho de práticas suplementares ao processo educativo, facultando aos mesmos um desenvolvimento psicossocial, preparando-os para o exercício pleno de Cidadania. 

II - Contribuir com a função do Estado, no sentido de garantir e exercitar os direitos e deveres fundamentais da criança e do adolescente previstos na Constituição e no Estatuto da Criança e do Adolescente.

III - Desenvolver, sem fins lucrativos, atividades de prevenção da violência ou outras condições disfuncionais, relacionadas à criança e ao adolescente.

IV - Fortalecer a rede de proteção social destinada à criança e ao adolescente.

V - Oferecer, por meio interdisciplinar, serviços que favorecem o desenvolvimento infantil, a saúde da criança e do adolescente, o exercício da cidadania e a qualidade de vida da família.

VI - Proporcionar integração entre o CBMDF, a família, a escola e a comunidade.

 

Conheça o Programa

O que o Programa oferece?

O Programa oferece atividades educativas, esportivas, culturais e recreativas e inclui atividades de Bombeiro Militar, como primeiro socorros, salvamento e prevenção de acidentes domésticos e incêndios.

Quem pode participar?

Crianças e adolescentes que estudam na rede pública, com idade entre 7 e 14 anos.

Quando funcionam as atividades?

Para os brigadinos as atividades funcionam 3 vezes na semana: segunda, quarta e quinta, durante o período matutino ou vespertino e também incluem passeios, visitas culturais e confraternizações no fins-de-semana. 

Onde funciona o Programa?

Funciona nas Unidades do Corpo de Bombeiros, em 12 cidades do Distrito Federal: Brazlândia, Ceilândia, Samambaia, Recanto das Emas, Gama, Santa Maria, Candangolândia, Núcleo Bandeirante, Paranoá, São Sebastião, Sobradinho e Planaltina.

Como é feita a seleção? 

O número de vagas varia de acordo com a região e obedece critérios que envolvem a estrutura física, o número de militares destinados ao Programa, além dos recursos materiais oferecidos pelo CBMDF no Planejamento anual.

Novas vagas podem ser abertas todo ano, porém o número oferecido depende da disponibilidade oriunda das desistências e saídas dos brigadinos que completam 15 anos. Após a abertura de vagas, as matriculas são realizadas no início dos meses de fevereiro e agosto nas unidades onde existe o programa.

Quais os documentos necessários para inscrição no Programa Bombeiro Mirim?

- Certidão de Nascimento ou RG da criança

- RG dos pais ou responsáveis legais

- Declaração Escolar da criança (da rede pública)

- Comprovante de residência

- 2 fotos 3x4 da criança

- Atestado de Saúde (Médico)

 

 

 Programa Bombeiro Amigo

Criado pela Lei 2.811, de 30 de outubro de 2001. Desenvolvido para o público da terceira idade, o Programa Bombeiro Amigo realiza atividades voltadas para a saúde global do idoso. Entre elas, a atividade física e a ginástica. O Programa também inclui aulas de artesanato, alfabetização, trabalhos com horta, canto coral, informática, aulas de dança, grupos terapêuticos e confraternizações (APROS, 2012).

O Programa Bombeiro Amigo tem como principais objetivos: 

I - desenvolver atividades que visam o bem-estar físico, psicológico e social da pessoa na terceira idade; 

II - promover mudanças significativas na qualidade de vida dos seus participantes, através do cuidado com a saúde integral; 

III - oferecer à comunidade oportunidades para que o idoso permaneça integrado; 

IV - criar para o idoso um espaço de produtividade que dissemine uma cultura de respeito e valorização constantes e, assim, permita que o mesmo continue com seu papel ativo, produtivo, afetivo e cidadão (SEPLA, 2011).

Atualmente, o Programa Bombeiro Amigo funciona na Ceilândia, Brazlândia, Samambaia, Gama e São Sebastião. 

Para participar do Programa Bombeiro Amigo o idoso deve procurar uma das unidades e efetivar sua inscrição no Programa com a Carteira de identidade e uma foto 3x4 recente. Após conhecer e escolher a atividade que deseja participar o idoso deve providenciar atestado médico e uniforme do programa. Caso existam vagas, as inscrições podem ser realizadas de fevereiro a novembro no período vespertino.

 

 

Programa Cão Guia

O Programa Cão Guia de cegos é realizado pela Associação Brasiliense de Ações Humanitárias (ABA) em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar, através da APROS (Assessoria de Programas Sociais).

O Centro de Treinamento está localizado próximo à Academia do Corpo de Bombeiros Militar do DF – SAIS quadra 4, lote 5 – e conta com uma área de 7.000 m². O local dispõe de centro de reprodução, treinamento, adaptação e lazer para os animais. 

Os cães também contam com um consultório para clínica médica veterinária, maternidade e sala de cirurgia emergencial, além de uma minicidade com diversos obstáculos do dia a dia.

A ABA trabalha com filhotes em socialização que, em seguida, iniciam o treinamento específico de cão guia de cegos. Os bombeiros militares realizam o serviço de adestramento dos cães e contam com apoio de profissionais de outras áreas que fornecem todas as informações técnicas necessárias, além da alimentação, medicação e assistência veterinária.

Por um período de dez meses, o filhote é socializado por uma família hospedeira. O cão deve ter uma rotina diária de saídas para conhecer lugares como centros comerciais, meios de transporte, órgãos públicos e centros de saúde. Depois desse período, tem início o treinamento especial para a formação do cão-guia, com duração de seis a oito meses, em tempo integral.

 

 

 

 Programa Caminhando com a Saúde

Descrição: Aferição de pressão arterial, Acompanhamento e Orientação sobre atividades físicas


Objetivos: O programa visa apoiar a população, durante a prática de atividades físicas, com a prestação de serviços de acompanhamento, aconselhamento e avaliações fisiológicas periódicas, promovendo uma melhor qualidade de vida. É realizado por militares do CBMDF com formação específica.


Locais de Funcionamento: Pistão Norte Taguapark - Taguatinga e Administração Regional de Ceilândia.


Horário de Funcionamento: 7h às 10h e 16h às 19h - Segunda a sexta-feira.