Apresentação das ações do CBMDF no combate ao COVID-19

Na manhã de hoje (22) o Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) apresentou ao Secretario Executivo de Gestão Integrada, Del. ALCIOMAR (DPF), junto com autoridades da corporação, as ações de combate ao COVID-19, na sala estratégica do Centro Integrado de Ação e Controle do DF.

Desde o ano 2020, o CBMDF vem atuando de forma sistêmica e intensa no combate ao novo coronavírus no Distrito Federal. Contudo, no início de 2021, ao que tudo indica, o avanço da doença se intensifica e com isso tem demandado uma reestruturação do planejamento para fazer frente ao novo coronavírus.

As primeiras ações da Corporação, em 2020, aconteceram de forma imediata, no âmbito administrativo e operacional, com a adoção de protocolos de descontaminação e desinfecção dos quartéis e órgãos do CBMDF, redução da quantidade de militares no expediente administrativo e intensificação das medidas relativas ao enfrentamento à COVID-19.

Para este novo momento as ações prioritárias são:

1 – Retornar o corredor de sanitização;
2 – Expediente teletrabalho 50%;
3 – Orientação a todas as alas sobre os cuidados de distanciamento;
4 – Repassar aos grupos dos Grupamentos de Bombeiros Militar as orientações da Diretoria de Saúde;
5 – Enviar ao Comando de Área 2 os militares que tomaram a 2ª dose da vacinação;
6 – Enviar ao Comando de Área 2 os materiais necessários para o corredor de sanitização, luvas e o que mais for necessário;
7 – Reforçar o uso de máscara no expediente;
8 – Realizar descontaminação das unidades, conforme orientação do Grupamento de Proteção ambiental (GPRAM); todos os dias, impreterivelmente. Caso não tenha conhecimento e material para fazê-lo, solicitar apoio ao GPRAM;
9- orientação aos servidores civis sobre o Covid.

Dentre as ações realizadas pelo Corpo de Bombeiros Militar do DF estão a descontaminação dos prédios da SSPDF, do CIOB, 1º BPM, do Quartel do Comando Geral e de suas Unidades Operacionais, com a descontaminação dos pontos de maior circulação, instalação de Corredor de descontaminação de calçados e EPI’s, estação de descontaminação das mãos e conscientização quanto ao uso de máscaras e não aglomeração em ambiente fechado.

 

 

A saúde dos bombeiros militares é monitorada diariamente por meio do sistema de acompanhamento da situação epidemiológica da corporação e de equipe médica treinada para prestar assistência imediata aos militares e dependentes.

O CBMDF agiu de forma rápida e com foco na prevenção do avanço da COVID-19 entre os militares da corporação, assim como no atendimento das emergências envolvendo complicações ocasionadas pelo novo coronavírus.

O TELECOVID é um sistema para acompanhamento da evolução da COVID-19 entre os militares e dependentes, funciona todos os dias, mesmo em feriados e finais de semana, de 8h às 12h e das 13h30 às 17h30. Tem o objetivo de priorizar a precisão e agilidade no atendimento à COVID-19 e é realizado por médicos do CBMDF que prestam atendimento individualizado.

 

COOPERAÇÃO COM A SESDF SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DO DF (SESDF)

No dia 08 de março foi iniciada a cooperação com a Secretaria de Estado de Saúde do DF (SESDF), com a disponibilização da 04 ambulâncias (UR), com condutores para apoio no transporte intra-hospitalar, a fim de otimizar os fluxos nas UTIs, possibilitando uma mais rápida desocupação dos leitos.

Repasse de 04 cilindros com 10 m³ e 20 cilindros de 2 m³ de oxigênio, para apoiar a SESDF com suporte de oxigênio nos hospitais.

 

COOPERAÇÃO COM A SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DO DF (SSPDF)

O CBMDF tem estado nas ruas, cumprindo sua função em apoiar a SSPDF na fiscalização do Toque de recolher noturno.

 

IMUNIZAÇÃO DOS BOMBEIROS MILITARES

O Governo do DF incluiu os bombeiros militares que estão atuando nas URs (ambulâncias) como grupo prioritário para receber a vacina da COVID-19. Ao todo, foram imunizados 450 bombeiros militares. Os militares estão atuando diretamente no atendimento dos pacientes da COVID-19, nas URs.

 

Ao lado, o 3º Sgt Roberto Souto Lima, o primeiro bombeiro a ser vacinado. “Poderei prestar um serviço de maior excelência para a população, sem colocar ninguém em risco”.

 

 

 

 

 

ATENDIMENTOS OPERACIONAIS

O CBMDF tem atendido diuturnamente aos chamados de pacientes com suspeita de covid-19.

 

 

APOIO ÀS VÍTIMAS DO ESTADO DE AMAZONAS

No dia 17 de janeiro de 2021, foi feito o translado de 15 pacientes infectados com COVID-19, que chegaram de Manaus/AM em uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB), desembarcando na Base Aérea de Brasília com destino ao HUB (Hospital Universitário de Brasília). O CBMDF realizou o transporte destes pacientes com uma equipe composta por 12 militares, 4 Ambulâncias tipo USB (Unidade de Suporte Básico) e 1 USA (Unidade de Suporte Avançado) com médico.

 

 

Skip to content