Procedimento para Atendimento às Mulheres Vítimas de Violência

Com o objetivo de orientar o bombeiro militar sobre os procedimentos e cuidados necessários durante o atendimento a uma vítima de violência doméstica, o Grupamento de Atendimento de Emergência Pré-Hospitalar – GAEPH publicou, no Boletim Geral n.º 45, o Procedimento Operacional Padrão – POP de Atendimento a Mulheres Vítimas de Violência.

A normativa é fruto de estudos realizados inicialmente pela Aspirante à Oficial Muniz, que desenvolveu o tema durante seu Trabalho de Conclusão de Curso – TCC no Curso de Formação de Oficiais do CBMDF, sob orientação da Ten-Cel. Cristiane. Coube ao GAEPH dar continuidade ao trabalho visando a publicação do POP, por meio da Seção de Doutrina, Ensino e Pesquisa e também da Seção Técnica de Saúde, onde os aspectos técnicos referentes ao atendimento pré-hospitalar foram debatidos.

Diante da situação atual, em que os atendimentos emergenciais a mulheres vítimas de violência doméstica tem se tornado cada vez mais frequentes, o Comando da corporação orienta seus militares sobre como agir durante o atendimento pré-hospitalar, esperando, dessa forma, os seguintes resultados: atendimento de qualidade e não re-vitimizador às mulheres que são vítimas de violência doméstica; conhecimento pleno por parte da paciente da rede de atendimento na qual pode ser inserida; e preservação da integridade física e psicológica da paciente, equipe profissional e de terceiros.

O bombeiro socorrista deve ficar atento para os sinais e sintomas que podem se apresentar durante esse tipo de atendimento: em relação ao comportamento da vítima – agitação, medo, choro, tristeza, insegurança, angústia, apatia, desespero, dentre outros. Em relação a traumas físicos: equimoses, hemorragias, fraturas, luxações e entorses de membros, ferimentos por arma branca ou mesmo de fogo.

Dessa forma, a mulher vítima de violência doméstica terá, além do atendimento emergencial de qualidade, a orientação da importância da realização do registro de ocorrência policial, e a ciência de seus direitos relacionados a toda rede de apoio que lhe é garantida. Assim, o CBMDF reforça seu compromisso em prestar sempre o melhor atendimento possível a população.

Skip to content